Páginas

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Nossa Senhora das Dores

 
Nossa Senhora das Dores (Titulo Litúrgico)  

              A Igreja celebra duas festas em honra de Nossa Senhora das Dores: a primeira, na sexta-feira da semana da Paixão, e a outra, no dia 15 de setembro.
             A primeira festa de Nossa Senhora das Dores é celebrada em toda a igreja desde o ano de 1727, por ordem do papa Bento XIII, mas a segunda já se celebrava antes em diversas igrejas e ordens religiosas, quando o papa Pio VIII, pelo decreto de 18 de setembro de 1814, autorizou-a para todo o mundo católico.
              É muito provável que esta festividade tenha sido instituída ou, pelo menos, propagada pelo concílio provincial que se reuniu em Edônia no ano de 1413, o qual, para refrear a audácia dos hereges hussitas, que com sacrílego furor desfiguravam as imagens de Nosso Senhor Jesus Cristo e da Virgem Dolorosa, estabeleceu que todos os anos, na sexta-feira seguinte ao domingo da Paixão, se celebrasse a festa da comemoração das angústias e dores da bem-aventurada Virgem Maria.
              Na primeira festa (a da semana da Paixão) celebremos, pois, a fortaleza e paciência invencível com que a Santíssima Virgem Maria, na dolorosa paixão de seu Divino Filho, se deixou atravessar pela espada que lhe profetizara o santo velho Simeão.
           Meditemos, portanto, com a Santa Igreja, nesta primeira festa, nos tormentos de Jesus, os quais dilaceraram, com a mesma crueldade, o coração de sua Mãe Santíssima.
        Na segunda festa das Dores de Maria (a de setembro) comemoram-se todas as suas dores, principalmente as sete dores principais que a Virgem Santíssima teve na vida, paixão e morte de seu amado Jesus.
         Façamos companhia à Rainha dos Mártires, e, condoendo-nos de suas pungentes dores, peçamos-lhes que nos dê um grande ódio ao pecado, causa de suas dores, e força e auxílio para a imitarmos, levando com paciência e submissão a nossa cruz. Peçamos-lhe também que nos assista principalmente no último combate de nossa vida, para que, depois de termos comemorado suas dores, na terra, possamos participar de suas alegrias no céu.
Salve, Virgem dolorosa,
Amparo dos desgraçados!
Dai-nos, pelas vossas dores,
A dor dos nossos pecados.

(Extraído dos livros Ano cristão, do Pe. Croiset, SJ; e Maria ensinada à mocidade.)

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Arautos do Evangelho em Teresópolis



O coral infantojuvenil do Setor Feminino dos Arautos do Evangelho de Nova Friburgo teve a alegria de realizar uma apresentação musical na Matriz de Santa Teresa, em Teresópolis-RJ neste início do mês de setembro.

 O projeto “Música na Matriz” promove concertos musicais no primeiro domingo de cada mês, às 16h.
Na apresentação, as jovens cantaram músicas em português, espanhol, alemão, latim e inglês. A maravilhosa acústica do local trouxe uma candura ainda maior às vozes pueris.
Que Santa Teresa d’Ávila, padroeira da cidade, alcance a todos os que ali vivem e aos visitantes graças em abundância e que a música possa ser ali um belo meio de evangelização.


Primeiro Sábado de setembro em Cordeiro-RJ



A devoção dos Cinco Primeiros Sábados do Mês, pedida por Nossa Senhora de Fátima, continua sendo fielmente realizada todos os meses na Capela de Nossa Senhora Aparecida, em Cordeiro-RJ.
Os fiéis, fervorosos, lotam a Capela para participar da Santa Missa, coroar a imagem peregrina de Nossa Senhora, fazer quinze minutos de meditação sobre um dos mistérios do rosário, rezar um terço e, os que desejarem, receber o sacramento da penitência.

É um sempre um sábado abençoado no mês. Os participantes do Apostolado do Oratório levam seu Oratório, vão com a bela capinha laranja e não saem antes de terminar as atividades.
Neste mês de setembro, a Santa Missa foi celebrada pelo Pe. Lourenço Ferronatto, EP, e cantada pelo setor feminino dos Arautos do Evangelho de Nova Friburgo.













sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Projeto Futuro e Vida e E. M. Moreira Franco!

                  Nossos jovens são as sementes do Brasil de amanhã. Assim como o agricultor cuida das suas sementes , regando e adubando a terra, é necessário também fortificar moral e culturalmente a juventude, para que possa produzir frutos no futuro. Com esse intuito, o Projeto Futuro e Vida - promovido pelos Arautos do Evangelho- continua sua atuação, visitando inúmeros estabelecimentos de ensino do país.

                Super entusiasmados, os alunos da E. M. Moreira Franco, no Campo Belo em Bom Jardim, acolheram e participaram da apresentação musical do Projeto Futuro e Vida. A "viagem pelo mundo" através da música gerou muito interesse pela cultura e pela arte, tanto que a jovem plateia não queria que acabasse aquele agradável momento... Os alunos puderam conhecer canções em inglês, alemão e espanhol, bem como acompanhar as diversas músicas instrumentais executadas.









terça-feira, 2 de setembro de 2014

Festa dos pais e das famílias


                     Finalizando o mês de agosto, mês dos pais, o setor feminino os Arautos do Evangelho de Nova Friburgo promoveu um domingo especial para as famílias.



A atividade começou com um sketch encenado pelas alunas do Projeto Futuro e Vida, com o título “As Três perguntas da Imperatriz”.  No fim da peça as alunas entregaram uma bela lembrança para seus pais.


Após a peça as alunas apresentaram canções em espanhol, alemão, latim e português, acompanhadas de flautas, lira e teclado, contendo solos e duetos. 



Uma deliciosa feijoada já espalhava seu aroma: hora do almoço! Momento agradável de confraternização, onde trocamos experiências e alimentamos a amizade. Feita com carinho por várias mães de alunas do Projeto, propiciou alegria e bem estar a todos.

Depois de jogos e sorteio de brindes, a Santa Missa- celebrada pelo Pe. Lourenço Ferronato, EP e cantada pelo grupo dos pais das alunas do Projeto Futuro e Vida- coroou o dia.