Páginas

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Receba Nossa Senhora em seu lar!




A imagem peregrina do Imaculado Coração de Maria continua peregrinando nos lares de quem quiser receber sua visita. Graças incontáveis são distribuídas pela intercessão da Santíssima Virgem às famílias que abrem a porta de suas casas para coroar a Imagem Peregrina, rezar um terço e meditar sobre a vida de Maria Santíssima e de Seu Divino Filho.
Foi o que se sentiu recentemente em uma dessas abençoadas visitas na cidade de Cordeiro-RJ: alegria, esperança, desejo de conversão e crescimento na fé.



Leia o trecho que segue abaixo sobre a bela oração composta por São Bernardo em louvor a Maria Santíssima, e compreenderás ainda mais sua maternal bondade e poderosa intercessão.
“Lembrai-vos ó piíssima Virgem Maria, que nunca se ouviu dizer que algum daqueles que têm recorrido à vossa proteção, implorado a vossa assistência e reclamado o vosso socorro, fosse por Vós desamparado.
Animado eu, pois, com igual confiança, a Vós, ó Virgem, entre todas singular, como a Mãe recorro, de Vós me valho, e, gemendo sob o peso de meus pecados, me prostro a vossos pés.
Não desprezeis as minhas súplicas, ó mãe do Verbo de Deus humanado, mas dignai-Vos de ouvi-las propícia e de me alcançar o que Vos rogo. Amém.”
A Igreja Católica existe há dois mil anos. Durante todo esse período nunca se ouviu dizer que alguma pessoa que pedisse o auxílio de Maria, fosse desamparado.
Alguém poderá dizer:
-- É, mas não eram miseráveis como eu...
A réplica vem na própria oração:
"E gemendo sob o peso de meus pecados, me prostro aos vossos pés".
A oração está supondo que ela é dita por um pecador. E que esse pecador é que está pedindo a Ela.
"Não desprezeis as minhas súplicas ó Mãe do Verbo de Deus humanado, mas dignai-Vos de ouvi-las propícia, e de alcançar o que Vos rogo."
Ouvi com ouvidos de Mãe, com ouvidos de bondade e alcançai-me o que estou pedindo: a graça da pureza, a graça da perseverança, a graça da confiança!
Nunca, mas nunca deixemos de rezar a Nossa Senhora! Na hora do perigo, peçamos a Maria a sua ajuda. Ela ajudará! Se cairmos, peçamos para Ela nos reerguer. Ela nos reerguerá! Rezemos a Ela, unamo-nos a Ela, sejamos dEla o quanto for possível! Ela terá compaixão de nós!
Devemos ter a certeza de que qualquer coisa que pedirmos a Ela, Ela obterá!
Pode ser que uma pessoa peça algo que não lhe convém, que não é para seu bem. Aí, Nossa Senhora não dá. Mas dá outra coisa... Até nisso entra a misericórdia dEla, porque Ela conhece, melhor do que nós, aquilo que vai nos fazer bem.
Ela tem pena de nós, ainda que estejamos em pecado. Ela obtém de Jesus para nós, graças preciosas para nos emendarmos de nossos pecados e brilharmos diante dEla por toda a eternidade. Assim é Nossa Senhora!
A Santíssima Virgem pensa constantemente e distintamente em todos os seus filhos. Ela está como que a nos dizer:
"Meu filho, penso em ti na minha eternidade, e não posso mesmo afastar-te de meu pensamento. No fundo, jamais te perco de vista; conheço-te mais do que tu a ti mesmo; estou mais presente em ti do que tu."
Nunca será demais nosso maravilhamento, ao pensarmos até que ponto a proteção da Santíssima Virgem a todas as necessidades deste mundo. Constantemente Ela oferece socorro àqueles que estão na miséria, auxílio aos que são fracos de ânimo, conforto aos que estão em lágrimas.
Com sua prece, Maria sustenta todo o povo. Ela afasta de nós todos os males ou os alivia, e atrai sobre nós todos os bens. Ela se mostra Mãe tanto quanto é possível sê-lo, e muito mais do que poderíamos imaginar.


Se desejas também receber em tua casa a visita dessa belíssima Imagem, entre em contato com os Arautos do Evangelho!

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Projeto Futuro e Vida novamente em Banquete-RJ!



Nesta semana a Escola E. Péricles Corrêa da Rocha, em Banquete-RJ, recebeu a visita do Projeto Futuro e Vida, realizado pelos Arautos do Evangelho, para mais um caloroso concerto musical. O turno da manhã, disciplinado e atento, assistiu a apresentação cultural com interesse e atenção. O turno da tarde, bastante expansivo e alegre, participou de forma entusiasmada da viagem através da música. Ambos os turnos participaram do sorteio de brindes ao término da apresentação.
Aos alunos de Banquete, o Projeto Futuro e Vida deseja que esse momento realizado na Escola tenha sido um meio para lhes introduzir mais e mais na admiração à arte, à cultura e disciplina, que possa lhes trazer um amanhã de boas esperanças.


segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Nossa Senhora das Dores

 
Nossa Senhora das Dores (Titulo Litúrgico)  

              A Igreja celebra duas festas em honra de Nossa Senhora das Dores: a primeira, na sexta-feira da semana da Paixão, e a outra, no dia 15 de setembro.
             A primeira festa de Nossa Senhora das Dores é celebrada em toda a igreja desde o ano de 1727, por ordem do papa Bento XIII, mas a segunda já se celebrava antes em diversas igrejas e ordens religiosas, quando o papa Pio VIII, pelo decreto de 18 de setembro de 1814, autorizou-a para todo o mundo católico.
              É muito provável que esta festividade tenha sido instituída ou, pelo menos, propagada pelo concílio provincial que se reuniu em Edônia no ano de 1413, o qual, para refrear a audácia dos hereges hussitas, que com sacrílego furor desfiguravam as imagens de Nosso Senhor Jesus Cristo e da Virgem Dolorosa, estabeleceu que todos os anos, na sexta-feira seguinte ao domingo da Paixão, se celebrasse a festa da comemoração das angústias e dores da bem-aventurada Virgem Maria.
              Na primeira festa (a da semana da Paixão) celebremos, pois, a fortaleza e paciência invencível com que a Santíssima Virgem Maria, na dolorosa paixão de seu Divino Filho, se deixou atravessar pela espada que lhe profetizara o santo velho Simeão.
           Meditemos, portanto, com a Santa Igreja, nesta primeira festa, nos tormentos de Jesus, os quais dilaceraram, com a mesma crueldade, o coração de sua Mãe Santíssima.
        Na segunda festa das Dores de Maria (a de setembro) comemoram-se todas as suas dores, principalmente as sete dores principais que a Virgem Santíssima teve na vida, paixão e morte de seu amado Jesus.
         Façamos companhia à Rainha dos Mártires, e, condoendo-nos de suas pungentes dores, peçamos-lhes que nos dê um grande ódio ao pecado, causa de suas dores, e força e auxílio para a imitarmos, levando com paciência e submissão a nossa cruz. Peçamos-lhe também que nos assista principalmente no último combate de nossa vida, para que, depois de termos comemorado suas dores, na terra, possamos participar de suas alegrias no céu.
Salve, Virgem dolorosa,
Amparo dos desgraçados!
Dai-nos, pelas vossas dores,
A dor dos nossos pecados.

(Extraído dos livros Ano cristão, do Pe. Croiset, SJ; e Maria ensinada à mocidade.)

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Arautos do Evangelho em Teresópolis



O coral infantojuvenil do Setor Feminino dos Arautos do Evangelho de Nova Friburgo teve a alegria de realizar uma apresentação musical na Matriz de Santa Teresa, em Teresópolis-RJ neste início do mês de setembro.

 O projeto “Música na Matriz” promove concertos musicais no primeiro domingo de cada mês, às 16h.
Na apresentação, as jovens cantaram músicas em português, espanhol, alemão, latim e inglês. A maravilhosa acústica do local trouxe uma candura ainda maior às vozes pueris.
Que Santa Teresa d’Ávila, padroeira da cidade, alcance a todos os que ali vivem e aos visitantes graças em abundância e que a música possa ser ali um belo meio de evangelização.